Eternamente Menina

Janeiro 01 2005

floresta_t.jpg

 

Elegia da tarde! Visão santa
da luz que vai findar. 
O sol, esse disco de oiro, ainda levanta
correndo, abençoado para o mar.

As sombras descem sobre vales e serras,
gemendo de dor, amortalhando a terra,
escurecendo a Vida,
e a noite vem para esconder loucos temores.

Mas anda no ar disperso, um aroma de flores,
que dá ao coração esse perfume errante,
essa alma estranha a soluçar,
numa alegria comovida
de um Mundo que sabe amar!

publicado por Menina Marota às 15:27

Sobre Mim...
Outras Eternidades