Eternamente Menina

Dezembro 29 2004

Imagem de José Marafona

 

 
Deixemos ir os dias dolorosos
sem mágoa.
Há que esperar dias melhores.
Esqueçamos, pois, nossas dores
recordando dias venturosos 

E se nesta praça majestosa
que é a Vida
pudessem florescer as
mais lindas flores
e na memória
jazessem nossos amores
à luz do Sol,
é coisa linda!

Da saudade que fica eu fujo,
por vezes choro
às vezes, divido-me
entre querer e não querer
recordar.

Hoje acordei
estranhamente calma
com pura saudade
de alguém.

Recordei seu carinho
em cada palavra
escrita com devoção
nesta praça da vida
que é amor em contra-mão.

Por um segundo,
a saudade é maior que tudo.
Por um segundo,
eu quis estar
a seu lado
entrando noutro mundo
onde o sonho
e a realidade
se tornam verdade. 

A vida entra em mim.
Olho o sol
através dessa praça
sinto o calor,
sinto a presença
de uma forma
só minha
inédita
cúmplice...

 

publicado por Menina Marota às 02:52

Sobre Mim...
Outras Eternidades