Eternamente Menina

Dezembro 24 2004

[Pintura de Maurice Denis]

 

...viajei no tempo das minhas memórias. Não que tenha saudades desses tempos. Nada disso. Mas voltar ao passado, lembrar amores e desamores, fortalece o meu espírito. Sempre gostei de assumir, perante mim própria, tudo aquilo que a Vida me dá. De bom e de mau. Nem tudo foram rosas, mas nem tudo foram espinhos. Já viajei em  águas revoltas, já rompi madrugadas orvalhadas de lágrimas e suspiros. Mas também já vi o sol nascer, de sorriso rasgado, corpo molhado de prazer. Fui ao fundo das minhas memórias, sorri e voltei.

Hoje - estou feliz!

 

 

publicado por Menina Marota às 02:52

Ressalvo: Obrigada :-))) menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_Marota@sapo.pt)
Anónimo a 30 de Dezembro de 2004 às 12:58

Abrigada pelas tuas palavras Anex. Um abraço e desejos dum bom 2005 :-))) menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_Marota@sapo.pt)
Anónimo a 30 de Dezembro de 2004 às 12:57

Transmitiste-me uma boa vibração com o teu texto... Obrigado!Anex
(http://www.aminhavisao.blogs.sapo.pt)
(mailto:anex1@sapo.pt)
Anónimo a 29 de Dezembro de 2004 às 06:41

Comentar este texto, conhecendo-te como conheço, encheria páginas e páginas. Tens sido uma lutadora nesse teu corpo de menina. Por isso a minha admiração por ti. E a minha amizade tb. BeijoLena
</a>
(mailto:pkena@iol.pt)
Anónimo a 27 de Dezembro de 2004 às 08:53

Quisera...
...ser livre como um pássaro e, voar entre altas montanhas, alheia de tudo e, buscando a liberdade do meu ser...
A vida tem sempre algo de mistério para nos dar, precisamos é de encontar o verdadeiro caminho. Um Feliz Natal também para ti. Gostei de ler os teus comentários, Beijo :-)))Menina_Marota
(http:///)
(mailto:menina_marota@sapo.pt)
Anónimo a 25 de Dezembro de 2004 às 22:58

Eu também já aprendi a aceitar o que a vida me dá, seja isso bom ou mau. Mas também admito que é muito duro digerir com facilidade quando a vida se lembra e me prega mais uma partida, mais uma rasteira.
Sou uma menina jovem, mas já tatuada com imensas cicatrizes. Hoje, tento não martirizar tanto a vida, mas os jovens são mesmo assim: gostam de dramatizar sempre tudo. Já passei por situações muito más para mim (o que não quer exactamente dizer que o fossem de facto para outros), mas isso fez de mim o que sou hoje e que tanto orgulho tenho. Às vezes, há males que vêm por bem, como se costuma dizer..
No entanto, estou certa que um dia, um dia muito próximo, irei ver tudo o que aconteceu e está a acontecer na minha vida com um sorriso nos lábios e um muito obrigada por tudo aquilo ter existido..
Ah! Já agora.. Feliz Natal!!
Beijo*Sete-Luas
</a>
(mailto:sete-luas@mymailpt.com)
Anónimo a 24 de Dezembro de 2004 às 13:28

Sobre Mim...
Outras Eternidades