Eternamente Menina

Dezembro 20 2004

 

O sol aquece meu peito
o vento chega
ocupa o seu lugar.

As folhas caem na
busca de um voo eloquente
e
as nuvens negras
se unem para me abraçar

Um frio tímido diz "olá".
Calo-me, quieta.

Deixo-me observar
em cada movimento
de
tudo o que existe em mim
e de tudo o que não existe.

publicado por Menina Marota às 02:55

esta criança k existe em ti e que eu adoroooooLena
</a>
(mailto:pkena@iol.pt)
Anónimo a 22 de Dezembro de 2004 às 08:18

Sobre Mim...
Outras Eternidades