Eternamente Menina

Junho 02 2013

Dou-te a minha mão
Prendes os meus dedos nos teus
E nesse entrelaçar que nos liberta
Uma dança fazemos.

Sentes este tango que te percorre os dedos?
Entrego-te a minha boca
Nos teus lábios amordaças os meus
E nesse beijo que nos incendeia
Uma sombra abatemos.

Porque sinto o Sol a percorrer-me o corpo, sem medos?
A ti me dou em forma de palavras
Para que nos teus sentires despertes os meus
E nessa paixão que nos enlaça
Um poema satisfazemos.

Um poema...

Este poema mágico que sentimos dentro de nós
As tuas palavras com que saboreias a minha alma.

 

in, Menina Marota Um Desnudar de Alma (PapiroEditora)
pág.48 




(desligar, p.f. a música do blogue para ouvir o vídeo)  

publicado por Menina Marota às 01:16

olá Menina,
A quanto tempo... tinha igualmente perdido o teu blog. Verifiquei que continuas em excelentes escritos que nos aninam a alma.
Um beijo da
{{coral}}
{{coral}} a 2 de Junho de 2013 às 18:01

Olá, {{coral}} obrigada pela consideração. Gostei de te rever.
Um beijo
Menina Marota a 3 de Junho de 2013 às 00:06

Sobre Mim...
Outras Eternidades