Eternamente Menina

Setembro 02 2014

["That's Life" by Jean Flournoy]

 

Gosto do fresco do Outono nestas manhãs de Primavera.

Sinto o vento bater-me no rosto e, como uma carícia, o Sol pousa em mim.

Sinto a tua presença a meu lado. Vem. Dá-me um momento de ti.

O vento revolta o meu cabelo. Ou serão as tuas mãos?

Sinto o teu cheiro dilatar-me os poros e deixo-me cair nos meus sentimentos.

A tua boca aproxima-se da minha… já ávida da tua.

Colo-me ao teu corpo desejando que este momento não pare.

Um frémito percorre-me e, pouco a pouco, todas as sensações explodem em mil ritmos e estou ali a desejar que me possuas, que desfaças em mim todas as ondas do teu querer.

Sinto os teus lábios percorrerem o meu corpo e, impulsivamente, volto-te deixando que a minha língua tome conta de ti.

Sacio a minha fome do teu sabor, do teu corpo, explodindo num frenesim que te faz sorrir.

- És uma selvagem, leoa!

Mergulho a cabeça no teu colo espalhando o meu cabelo que acaricia todo o teu corpo.

Sinto as tuas mãos agarrarem-me fortemente a cabeça, pressionando para que fique.

Sacias-te nos meus lábios, enquanto a minha mão percorre os cantos mais íntimos do teu corpo, fazendo-te gemer de prazer.

E, cada vez mais louco, aproximas-te de mim, possuindo-me como se eu fosse a tua própria carne.

As nossas almas fundem-se num grito de êxtase que nada pode deter.

O desejo intenso em nós não se sacia de uma só vez e retomamos a viagem até à exaustão do nosso querer.

Abro os olhos e sorrio, mergulhando em ti o meu olhar.

Tu és o meu oceano, a minha fonte jorrante.

Na possibilidade dos impossíveis,  como é bom sentirmos o nosso corpo vibrar.

publicado por Menina Marota às 21:47

Nada é impossivel quando se quer com o coraçaoaaron
</a>
(mailto:aaron@iol.pt)
Anónimo a 10 de Maio de 2005 às 11:31

Na possibilidade dos impossíveis, o que é mesmo impossível?
O teu grito de amor enche o universo de desejo, de prazer e de loucura total.
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)
Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 19:05

Um viajar... hummmmmmm! Delicia de amor e de tudo que o envolve. Gostei de ler-le. pois estou a amar muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito e este texto foi um deleite. beijokas. Cadê tu? Sumiste? Suma naunnnnnnnnnnnnnn.anne
(http://www.anne_voce.blogger.com.br)
(mailto:ancembranelli@yahoo.com.br)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 20:43

de como mesmo na ausênca há uma intensa presença, Menina? Gostei demais. Um texto muito intenso.
BeijosYardbird
(http://www.novosvoos.blogspot.com)
(mailto:yardbird2504@gmail.com)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 18:15

Não consigo comentar este texto, apenas poderei dizer que é o vento suão a chegar e a aquecer os corpos e as almas. Sensualidade a valer! Lindo! Bjscuriosa paixão
(http://curiosapaixao.blogs.sapo.pt/)
(mailto:curiosa-paixao@sapo.pt)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 17:56

aiii, fizeste-me suspirar!!

tanta sensualidade, gostei;)

*isa xana
(http://borboletamuculmana.blogspot.com)
(mailto:borboletamuculmana@gmail.com)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 15:20

Fantástica combinação entre o texto e a fotografia.
Um abraço.Armando Ésse
(http://grandefabrica.blogspot.com)
(mailto:afabrica@sapo.pt)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 15:06

Adorei vir cá este texto fez maravilhas na minha imaginação e no meu humor hoje um pouco debelitado.Beijo e parabénsadryka
(http://suspirar.blogspot.com)
(mailto:adry1111349@hotmail.com)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 14:55

A realidade em palavras ou apenas um sonho!??
Pura sensualidade... Fica bem, e que todos os teus desejos sejam saciados por aquele pelo qual o teu coração bate. Beijinhos da Joaninha**Joaninha
(http://joaninhavoavoa.blogs.sapo.pt)
(mailto:sonia.joana_78@sapo.pt)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 14:53

E como é bom ter-mos possibilidade de alcançar o impossível!!!!!!inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)
Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 14:16

Sobre Mim...
Outras Eternidades