Eternamente Menina

Abril 13 2005

sonho1.GIF

 
Se eu não te amasse tanto ..

Não traria no peito
a mágoa da tua ausência,
a fúria incontida do mar,
o sabor a pinhal
nas tuas mãos macias.

 Não me encontrava
perdida de mim própria,
desprezando valores,
orgulhos, carácter,
e um senão
de coisas infindáveis.

Não sentiria os
teus beijos
no meu corpo quente,
o frenesim duma paixão
ardente,
a loucura do teu olhar.
 
Se eu não te amasse tanto ..
Matava a saudade no meu peito,
vivia a vida a eito,
retomava o sol o mar
em minhas mãos
e deixaria de te amar. 

 

Ah!Se eu não te amasse tanto ..

publicado por Otília Martel às 10:59

É sempre tão bom vir aqui ler-te.
Beijinhomicas
(http://acoisadamicas@blogspot.com)
(mailto:acoisadamicas@hotmail.com)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 13:22

Cada vez melhor.
Pois... o amar é mesmo assim, não é? Mas se assim não fosse, seria mesmo amar?
Um beijo.antonio san
(http://xtema.blogspot.com)
(mailto:antoniosan1@hotmail.com)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 13:40

É tão bom amar! Infelizmente também sofremos bastante, quando amamos... Bjs. O blog tá muita giro! Beijotecpalt
(http: //nasei.blogs.sapo.pt/)
(mailto:tecpalt@sapo.pt)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 14:58

O amor tem destas coisas. Mas já dizia Albert Camus que, Nunca ter sido amado é pouca sorte, mas nunca ter podido amar é infelicidade. Sê feliz!!!segundavida
(http://segundavida.blogs.sapo.pt/)
(mailto:jojo.mafay@sapo.pt)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 15:22

...pois; o amor é assim e...ainda bem. Então se o sentimento é recíproco...a felicidade não é uma palavra sem sentido.
Abraço e intés!!porquinho da india
</a>
(mailto:baconfrancis@netcabo.pt)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 18:07

o amor é uma coisa maravilhosa!
abraço grandegrzl
(http://ontemhoje.blogspot.com)
(mailto:ghpb@sapo.pt)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 18:59

Ai o amor:) Por ele faz-se muita coisa;) Tal como o descreves:-) beijoswind
(http://wind9.blogspot.com)
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 19:12

ai, as coias k fazemos, e as k deixamos de fazer e...pior, às vezes de ser, por causa dos amores...Bjs e,)TMara
(http://estranhosdias.blogspot.com/)
(mailto:Tostimara@gmail.com)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 19:19

LINDO!Luís
(http://rotacaodostempos.blogs.sapo.pt)
(mailto:0164378702@netcabo.pt)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 19:19

Minha querida, só vou, descansar não vou hibernar... preciso mesmo de acalmar os scripts e os html's, mas para ti estarei sempre on-line porque eu vou estando por aqui, não tenhas saudades quando não há ausências.

Gostei muito deste teu poema, como aliás de tudo o que tens aqui...

Já sabes estou sempre por perto!
Beijos loucos!
Andy
(http://nietzsche.blogs.sapo.pt)
(mailto:andymore@arquinorna.zzn.com)
Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 19:22

Sobre Mim...
Outras Eternidades