Eternamente Menina

Março 28 2005

 

 

 

Dorme meu menino a estrela d'alva
Já a procurei e não a vi
Se ela não vier de madrugada
Outra que eu souber será p'ra ti
Outra que eu souber na noite escura
Sobre o teu sorriso de encantar
Ouvirás cantando nas alturas
Trovas e cantigas de embalar

Trovas e cantigas muito belas
Afina a garganta meu cantor
Quando a luz se apaga nas janelas
Perde a estrela d'alva o seu fulgor

Perde a estrela d'alva pequenina
Se outra não vier para a render
Dorme qu'inda a noite é uma menina
Deixa-a vir também adormecer

 

 José Afonso

publicado por Otília Martel às 22:21

LoooL.. Sou o primeiro.. eheheheh. Vim cá deixar uma bjufa, já voltei de Aveiro (linda cidade). Simplesmente lindo :o)eca
(http://blogalize.blogs.sapo.pt)
(mailto:ecawireless@gmail.com)
Anónimo a 28 de Março de 2005 às 22:33

olha adorei o poema...e com esse mudica..as letras ganham outra dinâmica...jinhos pra ti e bom inicio de semanaAzorboy
(http://livretransito.blogs.sapo.pt)
(mailto:marco_Azor@sapo.pt)
Anónimo a 28 de Março de 2005 às 23:17

Iniciar o tempo depois da Páscoa com um poema daquele que nunca deveria ter morrido, é a melhor
"passagem". Beijos.henrique doria
(http://odisseus.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquedoria@netcabo.pt)
Anónimo a 28 de Março de 2005 às 23:33

Este é um dos lindos poemas de Zeca Afonso.pauxana
(http://dasletras.blogs.sapo.pt)
(mailto:pauxana@sapo.pt)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 00:47

Sem dúvida fabulosa!
;)
bjs e boa semaninha!O turista
(http://turistar.blogspot.com/)
(mailto:oturista@aeiou.pt)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 01:35

O saudoso Zeca Afonso, que tanto contribuiu para a cultura portuguesa com a sua bela poesia inspiradora, no alcance da liberdade de um povo acorrentado,legou-nos um exepmlo de luta pela palavra. Onde quer que estejas, Zeca, um forte abraço, e muito obrigado pela tua luta que nos abriu novos horizontes! Andy
(http://nietzsche.blogs.sapo.pt)
(mailto:andymore@arquinorna.zzn.com)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 01:54

não adormeci...fikei calma! :)impressaodigital
(http://www.leiturasilenciosas.blogspot.com)
(mailto:anapaiva_7@hotmail.com)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 03:16

A Menina Marota faz-nos sonhar... ;)Elise
(http://letterstoelise.blogs.sapo.pt)
(mailto:meldias@netcabo.pt)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 10:13

Essa é das minhas preferidas do Zeca... e não esqueço o pormenor de ter feito parte do elenco da minha última serenata da Queima em Coimbra.Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 10:21

Adormecia assim os meus meninos.

Terei sido eu?anti-memória
(http://raiospartamemoria.blogspot.com)
(mailto:antimemoria@sapo.pt)
Anónimo a 29 de Março de 2005 às 10:31

Sobre Mim...
Outras Eternidades