Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eternamente Menina

Eternamente Menina

20.03.05

Primavera...


Otília Martel

Pintura de Claude Monet

 

 

Vem Primavera.
O jogo dos sexos renova-se
Os amantes encontram seus pares.
Já a mão subtil e conquistadora do amado
Faz arrepiar o peito da rapariga.
Ela tenta-o com o olhar furtivo.

A uma nova luz
A paisagem revela-se aos amantes na Primavera.
A grande altura avistam-se os primeiros
Bandos de pássaros.
O ar já aqueceu.
Os dias são mais longos e os
Prados iluminam-se até tarde.

Desmedida é a exuberância de árvores e ervas
Na Primavera.
Perpetuamente fecundo
É o bosque, são os prados, os campos.
E a terra dá à luz o novo
Sem cuidado.

 

(Bertolt Brecht)

[Imagem de Galeria 1000imagens]
 
Em tempo: Hoje (dia 21 de Março) para além de ser o início da Primavera, é  também o dia Internacional da Poesia.

Porém, Poesia existe todos os dias...mas, não quero deixar de assinalar o dia.

80 comentários

Comentar post

Pág. 1/8