Eternamente Menina

Fevereiro 02 2005

despida.GIF

 

Nesta madrugada,

o meu pensamento esvoaça

perante os meus outros eus.

Heterónimos de mim,

caminham docemente

despindo-me de preconceitos,

nos meus lençóis de seda vermelhos

 

(Desenho da Carla Cristiana de Carvalho)

 

 Espero-te!

 Vem...

percorre meu corpo,

leva-me ao êxtase

saciando tua fome,

tua sede,

sente meus orgasmos

que são teus,

bebe-os

nessa ansiedade

de me amares vertiginosamente

neste eu que se soltou

nesta madrugada.

publicado por Otília Martel às 00:12

Gostei!
Obrigada por visitares o meu mundo.
Beijinho,

Cacaucacau
(http://poesiaempedacos.blogspot.com)
(mailto:sorrisodeluanua@hotmail.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 00:21

Olá menina marota... foi difícil chegar aqui. Não consegui fazê-lo directamente lá do meu sorriso da lua. Tive q ir procurar-te através do Lobices...mas consegui. Vim, Vi, Li e Fiquei. Gostei mt do teu blog. O link q te deixo agora aqui leva-te directamente para um sítio q criei para descansar e convido-te a visitá-lo!

Um beijinho doceCris
(http://chatalinda.blogs.sapo.pt)
(mailto:chatalinda2@hotmail.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 01:27

Lindo, esse teu eu, nos lençois de seda vermelhos. :-))))
Bjitos e parabéns, gostei muito! :-)))ferrus
(http://ferrus.blogs.sapo.pt)
(mailto:falcato.joao@clix.pt)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 01:49

Obrigado pela visita lá pelo Micróbio... tens aqui um belo canto. Voltarei e linkei-te por lá!Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 10:49

A sensualidade que emana deste teu lindo poema, não deixa ninguém indiferente!... Esse teu outro EU, é fantástico!...

Um beijoFrog
(http://outravoz.blogspot.com)
(mailto:al.santos@netcabo.pt)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 10:59


Que poema bonito...

Será erótico? É sim senhora.
Será promíscuo? Talvez.

Mas é um poema que entra no coração de vez.
Que até a raíz dos cabelos cora.

Muito belo além disso aquele desenho no meio dele dum vermelho de seda viva torna o conjunto um completo orgasmo de mil sentidos.

Beijo

Artur RebeloArtur Rebelo
(http://instantesperdidos.blogspot.com)
(mailto:golfitio@hotmail.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 12:04

Gostei da força e sentimento destas palavras. Muito bom.

BeijosGonçalo Trafaria
(http://evasoes.site.vu)
(mailto:GoncaloTrafaria@medcenter.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 13:04

Olá, Menina_Marota
Vim ver o teu blog e gostei. Tb era falta de educação criticar o blog de alguém que me alegrou com um commnet. Se eu fizesse isso a mamã Terapia desancava-me o canastro ;)
Vou voltar, pode ser o começo duma linda e-mizade.
Os links, n te preocupes, levei semanas até conseguir atinar com isso.
BeijinhosTerapia?
(http://blogdeterapia.blogspot.com/)
(mailto:blogdeterapia@hotmail.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 13:31

Obrigado pela visita ao re-Corrente. Gostei deste poema tão emotivo quanto sensorial.
Beijos
António San
(http://xtema.blogspot.com)
(mailto:antoniosan1@hotmail.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 13:58

Poema bastante intenso...gostei.Agradeço a tua passagem pelo meu blog e espero que voltes.Eu continuarei a visitar este teu cantinho * * Claudia
(http://pensamentosestranhos.blogs.sapo.pt/)
(mailto:fofa2@msn.com)
Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 14:15

Sobre Mim...
Outras Eternidades