Eternamente Menina

Janeiro 25 2005

  Tamara de Lempicka - La Dormeuse  

De saudade
em saudade 
se constrói
um espaço frio
vazio, calado.

De esperança 
em esperança, 
destruída,
se constrói
um olhar sem olhos
igual
para gente e coisas.

De adeus
em adeus
abafados pelo orgulho
corajosamente só 
se constrói
um chorar sem lágrimas
e um lamento
feito sorriso.

Das palavras
que ficam sempre
por dizer
se constrói
uma boca
fechada ao amor
e aberta ao egoismo

Da confusão 
de sentimentos
e da vontade
do homem
se constrói
uma mulher
de nome
solidão.
publicado por Otília Martel às 12:12

A solidão é uma opção muito pessoal, digo eu...Bonito mas muito triste, muito só.
Beijos!
ferrus
(http://ferrus.blogs.sapo.pt/)
(mailto:falcato.joao@clix.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 12:50

É intenso, mas belo. Porém nunca te esqueças que a solidão deve ser apenas um refúgio, não uma morada.eL P
(http://aparencias.blogspot.com)
(mailto:theyouknowwho@hotmail.com)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 12:54

linda imagem. lindo poema.a depressiva
(http://diarioescritora.blogs.sapo.pt)
(mailto:claudiarodriguesfr@sapo.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 13:00

Descreveste, com tão belas palavras, o que tantos de nós sentimos. Sinto que desabafei, ao ler-te. um beijinhoMitsou
(http://tijolices.blogspot.com)
(mailto:cindasilva@netcabo.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 13:47

Olá,

Obrigada pela tua visita e comentário.
Gostei muito do poema e do que vi por aqui.
BeijoMarta
(http://minhaalma.blogspot.com/)
(mailto:msmo44@hotmail.com)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 14:22

Zurugoa agradeçe a visita De V. exa a Menina Marota e retribui a visita, tal como prometido.

Zurugoa nunca tem sensiveis a mais, pelo contrario, com a perturbação espaço-temporal que assola a existência nos ultimos hexa milénios, eles bem falta tem feito.

Convido pois V. Exa e todos os seus predilectos a visitar a Embaixada de Zurugoa, de forma a proporcionar uma salutar comunhão kavkazz.

http://zurugoa.blogspot.com

Salut

P.S. - A solidão´pode ser algo de muito bom, desde que seja para nos dar ânimo. Desconfio dos que necessitam sempre do barulho.Bandido Original
(http://zurugoa.blogspot.com)
(mailto:nuno.gomes@drarn-a.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 14:32

Dolorosamente belo! Que este despertar em tristeza, anoiteça em Alegria.. Um beijo grande, e um abraço muito apertado!Maria Branco
(http://cumplicidadespartilhadas.weblog.com.pt)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 14:58

Muito bonito...intenso, triste, solitário...mas não deixa de ser belo. Um grande :)angelis
(http://pedevento2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:angelis@sapo.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 15:10

1º Ministro- Jose Socrates , promete dar um rumo a portugal

Ministro-adjunto -Jorge Coelho , pede perdao ao povo de Entre_os_Rios pelo arrependimento de alguma vez querer tirar consequencias politicas da queda da ponte.
Promete que durante a proxima legislatura nao deixar cair a ponte nove , desde que em caso de mau estado receba 101 avisos em cima de sua secretaria,avisando que 100 avisos sao poucos.

Ferro Rodrigues- Ministro da solidariedade , promete fechar todos os lares de idosos que peçam ajuda a segurança social , á semelhança do que fez no governo de Guterres.

Paulo Pedroso- Ministro da educaçao, promete ate ao final da legislatura haver educaçao sexual em todas as escolas primarias e infantarios.

Fatima Felgueiras -Ministra das finanças , promete controlar o defice no seu saco AZUL.

Francisco Louça , Ministro da saude , promete fomentar excelente negocio a todas as clinicas e hospitais com o numero de abortos a praticar diariamente.

Jeronimo de Sousa- Ministro dos negocios estrangeiros, promete retirar o pais da C.E e da Nato , fazendo uma U.R.S.S com gabinete central em Portugal.



Joao Cravinho- Ministro das obras publicas , promete concluir as obras do metro no Terreiro do Paço , inaugurando a estaçao durante a legislatura ou tapando o buraco aberto.


Carrilho, ministro da conservaçao do patrimonio , extinguindo i IPPAR e construindo wc em todos os ministerios , começando com urgencia pelo da Solidariedade , nao vá o Ferro Rodrigues começar a escagaçar-se na justiça.

Quanto aos restantes ministerios , nao foram ainda selecionadas de dentro do partido , pois sao tantas as figuras ilustres que nao é facil a escolha.


Atençao , isto é uma brincadeira , quaalquer semelhante com a realidade , é pura coincidencia , mesmo GRANDE COINCIDENCIA.

Miguel
</a>
(mailto:travoltalx@iol.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 15:14

Está num cenário triste, mas belo. Nem sempre os poema têm de retratar aquilo que sentimos. Solidão é tristeza, é mágoa e angústia . Gostei do que li. desejo te as maiores felicidades e que tudo te corra plo melhor
beijus
Blue_soulBlue sould
(http://loverias.blogs.sapo.pt)
(mailto:Dhilan_1984@hotmail.com)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 15:22

Sobre Mim...
Outras Eternidades