Eternamente Menina

Janeiro 10 2005

[Fotografia de A. Brito]

 
 

Não nos bastava
o desejo do som,
do sussurrar,
do sentir
uma voz quente,
flutuante,
imaginar
minhas mãos,
no teu corpo,
sonhar...
roçando minha
pele macia,
de encontro
à tua,
sentir teu suspiro,
levemente arquejante,
tuas palavras meigas
que me puxavam
ao desejo,
à entrega
daquele momento.

O sonho desfez-se

Abre-se uma porta,
uma luz acende.
A magia quebrou!
É clara a realidade.
Foi somente um sonho...

publicado por Otília Martel às 19:56

Olá Jack Brito, continuo a não saber linkar!!! Tentei como disse, mas não deu nada. Por favor, descobre isso para mim, está bem? Depois passo lá no teu blog. Bj. :-)))menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)
Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 12:04

Sobre Mim...
Outras Eternidades