Eternamente Menina

Janeiro 09 2005

Kees Van Dongen

 

 

A rua em derredor era um ruído incomum,
longa, magra, de luto e na dor majestosa,
Uma mulher passou e com a mão faustosa
Erguendo, balançando o festão e o debrum;

 

Nobre e ágil, tendo a perna assim de estátua exacta.
Eu bebia perdido em minha crispação
No seu olhar, céu que germina o furacão,
A doçura que embala o frenesi que mata.

 

Um relâmpago e após a noite! ... Aérea beldade,
E cujo olhar me fez renascer de repente,
So te verei um dia e já na eternidade?

 

Bem longe, tarde, além, jamais provavelmente!
Não sabes aonde vou, eu não sei aonde vais,
Tu que eu teria amado... e o sabias demais!

 

  Charles Baudelaire in  "A uma Passante"

 

 

Arte: Kees Van Dongen

publicado por Otília Martel às 16:35

Oii..resolvi dar uma paxada aki no teu blog e gostei imenso..mesmo muitoo..é mt agradavel aki estar..s kiseres paxa la no meu..*********Filipa
(http://www.adrtbruno.blogs.sapo.pt)
(mailto:........@.......)
Anónimo a 9 de Janeiro de 2005 às 16:44

Oii..resolvi dar uma paxada aki no teu blog e gostei imenso..mesmo muitoo..é mt agradavel aki estar..s kiseres paxa la no meu..*********Filipa
(http://www.adrtbruno.blogs.sapo.pt)
(mailto:........@.......)
Anónimo a 9 de Janeiro de 2005 às 16:45

Oii..resolvi dar uma paxada aki no teu blog e gostei imenso..mesmo muitoo..é mt agradavel aki estar..s kiseres paxa la no meu..*********Filipa
(http://www.adrtbruno.blogs.sapo.pt)
(mailto:........@.......)
Anónimo a 9 de Janeiro de 2005 às 16:45

Olá Filipa... bem vinda. :-)))menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)
Anónimo a 9 de Janeiro de 2005 às 23:25

Sobre Mim...
Outras Eternidades