Eternamente Menina

Dezembro 21 2004

F.  Koroleva

 

Estes dias sempre me trouxeram uma certa dose de nostalgia.

Saudades de quem já partiu, pessoas tão importantes na minha vida, na minha forma de ser e estar que, é difícil não pensar neles em dias tão especiais, como é o Natal.

Bebo o café quente e recordo os meus tempos de menina.

Recordo o primeiro Natal com a minha filha ainda bebé...

Foi um Natal de lágrimas e jurei nesse dia que nunca mais choraria. Acontecesse aquilo que acontecesse, eu seria forte.

E cumpri  a minha jura.

Outros Natais se passaram. E nunca mais chorei.

 

Um bom dia... nostálgico... (será do tempo?)

 

 Pintura de F. Koroleva

publicado por Otília Martel às 09:52

Tanta emoção em comum que quase podiamos juntar os trapinhos eheeh ou então fazer uma consoada a dois...José
(http://labirintodesilencios.blogs.sapo.pt)
(mailto:j.g.f@portugalmail.pt)
Anónimo a 21 de Dezembro de 2004 às 10:26

Pois é José... tanta emoção que te leio no Labirinto de silêncio... onde vagueio tantas noites! Agradeço a tua visita, muito especial mesmo, porque sem nunca me dar a "conhecer" te "conheço"...Feliz NatalMenina_Marota
(http:///)
(mailto:menina_marota@sapo.pt)
Anónimo a 21 de Dezembro de 2004 às 11:37

chorar limpa a alma, não é o que me dizes? carinha laroca mostra-me a alegria que te conheço e segue em frente o teu destino;-)))Lena
</a>
(mailto:pkena@iol.pt)
Anónimo a 22 de Dezembro de 2004 às 08:09

Sobre Mim...
Outras Eternidades