Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eternamente Menina

Eternamente Menina

20.12.04

Poemas de amor e dor...


Otília Martel

menina.GIF

Um misto de prazer e emoção tomou conta de mim, quando li as palavras de alguém que considero que escreve divinamente. E, ser ela a primeira a comentar os meus textos,  depois de tudo o que li em http://sete-luas.blogspot.com/  dá-me coragem para levar para a frente com este blog.

Mas, tenho que confessar-vos, o que mais me tocou na minha "viagem" por esse mundo que, cada vez mais,  me oferece momentos altos de ternura e afectividade, na solidão (quente!) do espaço que reservo para mim, de independêcia cibernáutica foi, sem dúvida, o momento em que descobri http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/ 

Encarar aquele "miudo" loiro, derramando lágrimas por cima de um poema dedicado a todos os que não foram meninos, na emoção dos beijos dados na ternura de um cão cor de cinza, trouxeram-me à memória sentimentos adormecidos, lembranças  de meninos de rua, que se fizeram homens...

 

Menino de rua, com olhar de prata...

1 comentário

Comentar post