Eternamente Menina

Abril 27 2011

Menina Flor

 

É tão fácil acreditar e desacreditar.
É tão fácil aceitarmos a alegria e
tão difícil aceitarmos a perda,
seja ela qual for.

Sonhamos a liberdade,
até a de pensarmos que
temos liberdade de sonhar e sermos livres.
Mas seremos afinal livres?

Sonhar é fácil.
Como voar…

Voamos na aragem do tempo,
na utopia que tudo permite e
nos oferece o acontecer.

É livre o pensamento,
é livre o amor que povoa os corações,
é livre a música que compõe a melodia,
é livre o mar que de onda em onda nos vem banhar,
é livre o olhar que nas cores do mundo se quer encantar.

Sorrimos à liberdade da Vida.
Desejamos ser pássaro e voar
por entre as nuvens, alcançar o firmamento,
transformando-nos num ponto visível do cosmos,
onde tudo pode acontecer.
Há dois tempos de vida eternos.

Nascemos e morremos
sem querermos.
Esta é a verdadeira
Liberdade do Universo.

Tudo o resto é o que conquistamos
por acréscimo.

 

 

 

Pintura de Michael and Inessa Garmash
publicado por Otília Martel às 17:13
Tags:


Olá  Otilia

Por ser o seu dia ( pois é Menina) o poeminha de amor com muitos beijinhos.

Tretas


Image

 

Henriques a 1 de Junho de 2011 às 16:31

Sobre Mim...
Outras Eternidades