Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eternamente Menina

Eternamente Menina

Quando, não sei…

17.01.12, Otília Martel
  Há-de chegar o dia em que a minha tristeza há-de acabar… Tudo finda,.. renasce e recomeça… E esta tristeza há-de ter fim! E então minha alegria há-de voltar!… Só tenho medo que, quando ela regressar eu esteja tão cansada de viver, que não chegue a festejar esta ânsia enorme de vencer!,.. Sim, porque da tristeza sempre fica um jeito desolado… Mas não! Eu (...)

Como dizer-te

12.01.11, Otília Martel
Pintura de Michael and Inessa Garmash   Como dizer-te que povoas o meu sono ao cair da noite, quando o dia termina, despertando sensações há muito escondidas em mim.  Como dizer-te que em sonhos as tuas mãos afagam meus cabelos e percorrem-me ondas de emoção.  Como dizer-te que a tua voz me possui, entrando no meu ouvido como seta directa ao coração.  Como dizer-te das sensações primeiras coraç (...)